Resumo da semana na economia 12 à 19/10/15

Nesta semana que passou, 12/10 à 19/10, muitas notícias relacionadas a economia brasileira saíram na mídia, porém a maioria retrata o rumo que nossa economia está tomando que não é nada agradável tanto aos economistas como para o nosso bolso. Mesmo que a notícia pareça não ter vínculo com nosso dia-a-dia, todas trazem de forma diretas ou indiretas mudanças no bolso de todos.

Balança comercial registra superávit
A última matéria publicada aqui em nosso site (Déficit no Balanço de pagamentos pode ser bom) explica o que é superávit. O que muda é o fato de a notícia trazer a palavra Balança comercial ao invés de Balanço de pagamentos, pois a Balança comercial é uma conta, entre outras, que está inserida no Balanço de pagamentos. O fato de ela ter registrado superávit até o momento (desde o início do ano) é de que houve mais exportação que importação, ou seja, nós enviamos mais produtos ao exterior do que compramos deles.

Bovespa teve queda de 4%
A bolsa brasileira teve sua menor venda desde 1/12/14, ou seja, as vendas das ações de empresas brasileiras caíram 4% no dia 13/10 devido aos problemas enfrentados pelo brasil no momento. Porém a bolsa fechou hoje (19/10) com uma alta de aproximadamente 4,2% em relação ao dia 13 citado acima.

Segundo o Banco Central, inflação se deve aos baixos juros
Após estudos do BC, ele mesmo descobriu que um dos fatores que levaram essa inflação altíssima que vem ocorrendo desde 2013 fora o baixo juros, o qual é ele quem determina.

Para o FMI a implantação da CPMF é a opção menos pior
Segundo o diretor do FMI (Fundo monetário internacional) o imposto conhecido com CPMF (Contribuição provisória sobre movimentação financeira, iremos explicar melhor na matéria que irá ao ar esta sexta-feira, 23/10) é a melhor opção que o nosso governo tem para conseguir começar a reestabelecer nossa economia.

Aumento do dólar irá influenciar em nossa conta de luz
Parte da energia que os estados do sul, sudeste e centro-oeste recebem vem da usina de Itaipu, que pertence tanto ao Brasil como ao Paraguai, porém as distribuidoras de energia compram ela nessa usina usando o dólar e como ele vem aumentando bruscamente seu valor as distribuidoras de energia tendem a aumentar entre 3,7% e 9,5% o valor pago por nós consumidores.

Banco central diz que vai cortar a inflação pela metade
Nossa inflação hoje está perto dos 10%, mas o BC diz que até o final do ano que vem ela irá para 4,5%. Muitos economistas afirmam que essa redução não é possível diante de toda situação que o Brasil se encontra.

Nossa crise política está derrubando a previsão do PIB
Todo ano os economistas fazem estudos para prever números do fim do próximo ano. No ano passado eles previam que o PIB (produto interno bruto) desse ano seria 2,7% menor que do ano passado, mas agora já estão calculando 3% menor que de 2014, essa queda é devido aos problemas que nosso país vem encontrando no ramo político.

Revisão da taxa Selic
Está chegando a reunião onde o BC irá redefinir a taxa básica de juros, e há expectativas de que os juros continuem nos 14,25% ao ano pelo fato da crise que o Brasil está passando. Muitos economistas alegam que aumentar o juros agora irá piorar nossa situação.

Dólar
O dólar comercial fechou a semana em 3,90 e o de turismo a 4,09. Durante a semana houve muitas oscilações devido também à incerteza de impeachment (com medo de a presidente Dilma ter que sair da presidência, muitos investidores estão deixando de comprar nossas ações, como mostrou na queda da nossa bolsa de valores, com isso a entrada do dólar em nosso país está diminuindo, consequentemente encarecendo para nós! Veja a matéria onde explicamos como é definido o valor do dólar).


Balança comercial: planilha onde está todos os produtos que compramos do exterior e todos os que vendemos ao exterior.

Bolsa: local onde são vendidos investimentos, como ações de nossas empresas brasileiras.

FMI: é uma organização internacional com o objetivo de ajudar diretamente no funcionamento do sistema financeiro mundial. (Fonte: significados.com)

PIB: o valor da soma de todos os produtos produzidos aqui no Brasil.

Selic: juros remunerado aos que compram investimentos.

Anúncios

2 comentários sobre “Resumo da semana na economia 12 à 19/10/15

  1. Como o BC afirma que a taxa de juros elevada (em torno de 9% selic )em 2013 é causa de aumento de inflação e ao mesmo tempo sustentar a taxa atual que já esta em torno de 14%? é incoerente.
    CPMF é a melhor opção??? ressuscitar imposto deveria ser a ultima opção. Cortar gastos deveria ser a melhor opção, e gastos reais e presentes, urgentes! e não custos futuros como está sendo feito.
    Por conta de uma crise política estamos sofrendo grande prejuízos econômicos, pro conta dessas picuinhas e mesquinharias de oposição vs situação, ficam se esbarrando uns nos outros, é muito tempo e dinheiro perdido com atrito politico.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s