Resumo da semana na economia 10 a 16/11

Nessa última semana (10 a 16/11) o mundo todo passou por sérios problemas, não afetou somente a população envolvida, mas também a economia global. No Brasil os problemas estão piorando e afetando cada vez mais nossa economia! Acompanhe o resumo da semana:

Produção industrial cai
No mês de setembro o IBGE pesquisou 14 locais de produção, desses 14, 10 tiveram quedas, entre as maiores quedas estão na Bahia e Rio de Janeiro. Essas quedas significam diminuição na quantidade de “produtos” produzidos. Os únicos locais com avanço foi o estado de Mato Grosso, Pará e de apenas 1% no Espirito Santo.

Construtoras em crise
Na cidade de São Paulo a venda de imóveis novos caiu 50,1% em comparação com setembro do ano passado. Em relação a valores em reais, nesse mês de setembro houve uma queda de 45,2% em relação a setembro de 2014. O número de imóveis sendo vendidos em setembro foi o menor no ano de 2015, o maior desse ano foi em maio.

Petrobras em crise
A greve dos trabalhadores da Petrobras (explicamos para você sobre a greve no resumo da semana passada) resultou na perda de R$ 219 milhões de reais até o dia 10/11. O problema não para por ai, no dia 12/11 foi contabilizado a dívida que a Petrobras tem pelo mundo, chegando a R$ 506,6 bilhões de reais, para a empresa a melhor solução é a venda de ações. O aumento do dólar fez com que a dívida da Petrobras crescesse.

13º salário ajudará a economia
Segundo estudos realizados pelo departamento responsável pelos estudos socioeconômicos, R$ 173 bilhões de reais entrarão na economia com o pagamento do 13º aos funcionários formais, incluindo os empregados domésticos. Esse valor entrará em forma de consumo pessoal, pagamento de contas, entre outros.

Arrecadação de impostos
Segundo um estudo do Ministério do Planejamento a arrecadação de impostos não cresce desde 2004, ou ainda pode estar caindo. O gasto público só vem aumentando, e com isso a dívida pública também está aumentando cada vez mais. O valor dos impostos arrecadados no PIB anual de 2014 foi menor que de 2013.

Greve dos caminhoneiros
Na semana passada explicamos para você sobre a Greve dos Caminhoneiros em uma matéria. A greve acabou na última sexta feira, 13, após ser liberado o último trecho bloqueado por eles, no estado de Tocantins. A paralisação perdeu forças no dia 12, após o governo anunciar alta no valor da multa para quem bloqueia as estradas.

Prejuízo dos correios
Após 20 anos os Correios fecharão em vermelho, com uma dívida de aproximadamente R$ 900 milhões de reais. O presidente dos correios criticou a medida do governo de não aumentar as tarifas por 2 anos e só ter aumentado em 2014 em 7% que não supera a inflação. Em 2014 a empresa fechou com o menor lucro de sua história. A primeira medida do novo presidente foi sugerir corte do seu salário e dos vices, logo seu salário e dos vices foi cortado quase que pela metade.

O emprego no atual Brasil
No último ano percebeu-se uma grande entrada de pessoas no emprego doméstico, onde antes se via as pessoas saindo desses empregos e indo para outros, agora se vê o contrário. Essa situação se dá devido à crise econômica que estamos enfrentando, muitas empresas estão demitindo seus funcionários ou até fechando, e esses estão indo atrás desse tipo de emprego. Outro problema que os brasileiros estão enfrentando é a falta de emprego em suas áreas de formação.

Terrorismo está colocando em risco a economia global
O G-20 (grupo composto pelas maiores potências do mundo) deu um comunicado sobre o terrorismo e prometeu lutar contra, aumentar o controle para os passageiros aéreos e realizar ações para conter o financiamento dos grupos terroristas, com o aumento da troca de informações, congelamento de investimentos e criminalização do financiamento de terrorismo, ainda pediu que os países adotem padrões financeiros antiterrorismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s